Gremista não pode chorar mais, acabou a polêmica de 1982


E ai galera rubro negra mais bem vestida do mundo e que agora volta a ser a casa do Imperador.

Hoje vamos falar de mais uma falácia da arcoírizada mal vestida e invejosa, a final do brasileirão de 1982.

Os tricoletes sulistas choram até hoje uma bola pipocada na área do mengão que eles juram que Andrade tirou a bola com mão e dentro do gol. Há tempos existe um vídeo mostrando que a história não era bem assim, mas a falta de um recurso mais complexo deixava margens para os mortos de fome colocarem em duvida a verdade dos fatos.

Mas isso acabou, lendo a coluna do Adriano Melo no blog da Flamengonet(clik para ir ao blog), que diga-se de passagem é de excelente qualidade histórica, deparei-me com uma foto que acaba de vez com essa polêmica. A foto é do Jornal do Brasil, a edição é de um a dia depois do jogo, e mostra muito bem que foi Raul quem deu o tapa na bola.... simples assim, fim da polêmica.

Isso é só mais uma prova que a tal "flapress", time da CBF, Globo, KGB e coisas do tipo é pura piração da arcoírizada mal vestida e invejosa.

Da-lhe mengão...

SRN



O Imperador voltou!!! E agora?


Falar da volta de Adriano ao Flamengo é ter duas visões sobre o caso:

1- Os otimistas, os fãs, e alguns apaixonados pelo esporte acreditam que para dar certo basta ele próprio querer, simples assim. Tem futebol e seu amor pelo clube pode ressuscita-lo para uma nova vida como atleta de alto nível.

2- Os pessimistas, os incrédulos, e por que não os realistas, já pensam que só um time com sinônimo de bagunça, amadorismo, etç, etç... ainda pode acreditar que um (ex) jogador de futebol com histórico pra lá de bagunçado ainda possa voltar a jogar em alto nível.

O fato é que ambas as alternativa estão certas. O destino dessa história esta literalmente falando nas mãos do personagem principal, agora, se ele vai ser o mocinho ou o bandido, só o tempo dirá. Ambos, Adriano e Flamengo, tem muito a ganhar e a perder nessa "aposta".

Tomara que de certo....


Uma vitória muito muito importante


E ai galera rubro negra mais bem vestida do planeta e que deve estar arrotando bacalhau até agora....

Vencemos. Vencer já é bom, um clássico melhor ainda.

Mas hoje vencemos, literalmente falando, com a força de nossa camisa. Hoje falou mais alto a mística da camisa rubro negra.

Não jogamos o fino da bola, não demos espetáculo, mas com certeza jogamos com muita raça, amor, paixão... coisa que não víamos a algum tempo, assim como também a sorte hoje nos favoreceu, graças a Deus...

Talvez o resultado mais justo teria sido um empate, mas conseguimos segurar um resultado através de muita luta, garra. E olha que poderíamos ter feito o segundo, mas indiferente do placar, o que vale mesmo é o resultado.

Temos uma semana inteira para continuar essa pegada que Dorival vem implantando ao elenco, e que vem dando certo diga-se de passagem.

Hoje um fato muito legal aconteceu no meio do jogo. O time chegou a jogar com 6 ou sete jogadores formado na base, coisa que certamente não acontecia há muito tempo. Outros tempos nos aguardam, e esse futuro parece muito promissor.

Ontem Dorival Jr não foi bem


A derrota de ontem para o time com problemas de identidade(não sabe se é porco ou periquito), além do dedinho podre do assoprador de apitos, assunto já muito bem dissecado pelo nosso amigo Corvo no post abaixo, também teve uma boa contribuição de Dorival Jr.

Não estou aqui diminuindo o trabalho dele. É o grande responsável por essa cara nova que o time vem apresentando, mas ontem não foi bem.

Sabedor que a zaga é nosso maior problema, para esse escriba, ele errou em colocar Luiz Antonio mais recuado. Com isso o time perdeu um pouco um pouco o poder de criação, que já não é bom, e ainda também perdeu poder em marcação, já que o moleque não tem como seu forte a marcação.

Quando Ibson foi expulso(que fase do cara heim??) o certo éra ter tirado já de imediato Negueba e ter colocado Muralha, o garoto é bom em marcação, tem boa saída de bola e manteria o time com a mesma pegada. Sem contar que tanto Negueba, quanto Thomas não estiveram bem na partida.

Outro erro para esse escriba foi a demora para se fazer as substituições, e o pior é que quando a fez, também errou na escolha. Fernandinho entrou mais perdido que cego em tiroteio, para mim foi a maior equivocada do mundo.... até ontem o moleque sequer estava no grupo profissional!!??

Tenho que a melhor escolha seria ter colocado Matheus no lugar do Thomas já na saída do segundo tempo... mas tudo isso infelizmente é uma questão de opinião, e Dorival acabou fazendo as suas.

Domingo contra o Vasco a parada vai ser dura, mas pelo menos já teremos as voltas de Gonzales e Caceres. Acho que nem preciso dizer que a vitória além de obrigação é muito importante para nossas miseras pretensões, 45 pontos é esse é o número.

Espirito de PORCO!


Assim estava o juizão ontem! Distribuir cartões não é sinal de autoridade, muito pelo contrário! É sinal de quem não se garante. Assim como um bom Professor, o arbitro não pode ser temido pelos jogadores, e sim respeitado. O primeiro cartão amarelo no Ibson foi justo, mas o segundo foi exagerado. Uma vez deslizando na grama não tem como parar... ele ainda faz um esforço para não tocar no jogador do Palmeiras, tanto é que não acontece um encontro violento. Mas, vamos considerar este lance interpretação... o time do Palmeiras leva inúmeros amarelos, e continuam fazendo faltas da mesma intensidade! Se vale o cartão em uma falta, em outra mais um cartão amarelo e consequentemente a expulsão! Cadê os critérios??? Mas se estava ruim sua atuação, piorou quando depois de uma falha do Felipe, espalmando uma bola fraca para dentro da área o atacante Barcos completa para o gol completamente impedido! Mas... erros acontecem, fazer o quê... mas quando a favor parece conspiração a favor do Fla! Mas Dorival deu outra cara para equipe, com mais organização e principalmente utilizando as peças do Grupo! Ontem com um a menos em boa parte do jogo perdemos só de 1x0, diferente do jogo contra o São Paulo.

Musa da Nação - Paula Alvarenga (Brasileiro 1983)

Nossa terceira candidata representante do título contra o Santos em 1983, é a carioca Paula Alvarenga, uma rubro negra de 19 aninhos e muito saudável!



Quando digo "VIVO FLAMENGO" muitas pessoas acham exagero, mas não há exagero algum. 
Do dicionário:'VIVER: 1 Existir;ter vida. 2 Empregar;passar. 3 Perdurar;durar. 4 Dedicar-se completamente'
No meu caso emprego o viver no 'Dedicar-se completamente'. 
Ao ponto que considero o C.R.Flamengo minha religião, onde vou sagradamente toda semana para me sentir melhor.
Pago o dízimo (ingresso,roupas e clube), faço parte de grupos que pregam o 'louvor' (Torcida Organizada) e ainda tem as caravanas religiosas né ? (viagens pra vê-lo em outros estádios). Buscando e apoiando tudo aquilo que realmente acredito,FLAMENGO. 

Não, isso tudo não é loucura! Ser torcedora do Flamengo é algo que faço completamente sã, só que com uma grandeza que nenhum outro entende.

Sempre vem alguém me perguntar qual foi minha maior loucura pelo Flamengo, eu nunca sei o que dizer. E não é a toa, não acho que nada que eu faça seja loucura, é simplesmente AMOR.

Se uma pessoa gosta de vermelho e pinta e decora o quarto de vermelho é porque gosta, certo ? Porque o meu ser Rubro Negro seria loucura ? 
Se uma pessoa faz borboletas,fadas e tatuagens sem significado algum é normal, porque eu que tenho tatuado o meu time e minha torcida, que são coisas que realmente amo, seria louca ?
Se uma pessoa é apaixonada por bolsas e toda vez que vee uma nova ,compra e é normal, porque eu que tenho coleção de vestuários do Flamengo seria louca ?
É com muita vontade que corrijo sempre quem me chama de 'Flamenguista Doente', porque esse amor de doente não tem nada. Pelo contrário me traz é muita saúde. Doente só pode ser quem não escolhe o Mengão como seu time.

Não podemos perder

E ai galera rubro negra mais bem vestida do planeta...

Agora que estamos com as esperanças renovadas e que já sentimos que nossa permanência na divisão que nunca saímos, ou seja, a elite, esta mais assegurada já podemos alçar voos mais altos.

Claro que nossas pretensões ainda são pequenas a devida proporção do Flamengo, mas é a verdade e temos que encarar com seriedade.

Hoje contra o time que tem problemas de personalidade, não sabe se é porco ou periquito, e que vem tendo mais problemas do que nós( acredite), temos que fazer os 3 pontos. Claro que não vai ser o mesmo que enfrentar o Figueirense e o Náutico, os caras também tem camisa e muita história.

Mas a verdade é que o Palmeiras vem se arrastando nesse campeonato, não consegue sair da zona de rebaixamento, tem 20 mil jogadores machucados, e não consegue emplacar duas boas apresentações seguidas.

Dorival Jr. já anunciou o time que sai jogando. Não tem novidades, a preocupação, pra variar, é a zaga, que hoje joga sem Caceres e Gonazales. Mas tenho comigo que se o mengo entrar com a mesma vontade e obediência tática dificilmente não sai do jogo com pelo menos um ponto na sacola.

SRN.

Fizemos a lição de casa

Assim que acabou o jogo contra o Náutico um amigo me ligou e perguntou se já poderíamos ter esperança após essas duas rodadas. Disse-lhe que hoje apenas fizemos o dever de casa.

Mas é inegável que esse Flamengo que vemos hoje é muito superior àquele de 3 rodadas atrás. Hoje sobra disposição, vontade, e principalmente, disciplina tática.

Fizemos um boa partida, apenas no fim, quando o resultado já se fazia quase irreversível é que sofremos um volume maior de bola do Náutico, mas tendo em vista a atual fase é totalmente compreensivo.

Ainda não esta no ponto, longe de brigar por algo maior que uma "sulamericana"(se a CBF assim entender), mas é bom ver o mengo voltar a vencer sem nos fazer sofrer, amanhã, nos dias dos pais, o dia com certeza será bem mais bonito, rsrsrsrs.

Love é o cara. Voltou a fazer gols, é um líder dentro de campo e joga com alma, tudo que a nação mais quer ver, mas ainda falta um para ajudar, Liédison pode ser esse nome, mas teria que ser no Lugar de Negueba, e pasmem, o moleque vem jogando muita bola....

Vencemos!!! Não é um grande time, não tem um grande elenco, mas o importante nesse momento é voltar a se acostumar com as vitórias.

Deixamos de ser um bando

Vencemos!!!

Mesmo sendo contra o lanterna do campeonato temos sim que comemorar a vitória. Temos motivos para isso. Pela primeira vez nesse campeonato, e a muito tempo, apresentamos o mínimo de formação tática, organização e, principalmente, vontade de querer vencer.

Dorival já tem o grupo na mão, isso é tão claro quanto a água cristalina. E o que mais me agradou nessa situação foi a forma que utilizou para isso. Chamou o grupo e deixou bem claro, " aqui não temos titulares fixos", simples assim. Isso é o mesmo que uma dose cavalar de ânimo para a molecada e para alguns jogadores que se sentem pouco aproveitados. Todo mundo vai ter que correr muito para estar em campo.

Hoje o mengo fez um bom jogo, não foi ainda uma super apresentação. Mas já conseguimos ter uma qualidade maior em relação a posse de bola, menos passes errados, e o time jogando em bloco, pelo menos até a intermediaria do adversário.

Nosso ataque ainda apresenta falhas, muito ainda por não ter ninguém com as qualidades de "camisa 10", mas Love pelo menos voltou a marcar e parece que esta mais em forma fisicamente. e ainda vamos esperar por Liedson.

Gostei da volta de Felipe, assim como a barração de Ibson, mas ainda acho que Ibson tem que ser titular, mas um banquinho as vezes faz muito bem.

Por fim encerro exaltando a nossa molecada. Dorival JR parece que vai saber aproveitar a potencialidade dessa molecada, que diga-se de passagem não é uma tarefa fácil, nem muito fogo, nem muita água. Mas é óbvio que essa molecada do mengo tem tudo para render bons frutos. Que venha o jogo contra o Náutico...

O primeiro passo foi dado

A letra é bem curtinha hoje.

O Flamengo ainda é tudo aquilo que escrevi no post abaixo, não vai ser a demissão de Joel que vai limpar a barra da atual diretoria.

Mas é inegavel que esse era o primeiro passo para que uma nova éra surge na Gávea, e quem sabe, amenizar as manchas dessa administração histórica de incompetência.

Claro que essa conta não vai ficar bartata, só a recisão de Joel é de 2 milhões, e com certeza o valor da nova comissão técnica devera ser maior quer à atual.

Pelo visto deve ser mesmo Dorival Jr. que assume o time, o que é bom, muito bom. Um técnico que sabe trabalhar a mescla das promessas da base e dos mais experiêntes, sem contar que taticamente seus times sempre são muito bem montados, o que hoje é o principal item que falta ao Flamengo. Que São Judas Tadeu abençoe essa contratação.

Tem que ter coragem para ver os jogos do Flamengo


Coragem!!!

Essa é a palavra mais exata para se definir o que se precisa para assisitir os jogos do mengão. Por que paciência éra a umas 3 rodadas atrás.

Nos meu 36 anos eu nunca tinha visto uma crise tão complexa como essa que o mais quereido enfrenta. Ela ultrapassa as barreiras do desporto, das 4 linhas, ela é institucional, é profissional, ou melhor, é a falta de profissionalismo, de conhecimento específico em gestão de futebol. Soma-se a isso uma instituição atrasada, arcaica em questões estatutárias, travada. E uma corja de sangue-sugas que minam as forças do clube a anos, décadas.....É impressionante, à atual diretoria sequer teve competência para fazer um simples boneco de Ronaldinho, quando o fez, foi por pura pressão e foi um fracasso total. Essa diretoria não existe enquanto administração, salvo algum ou outro nome.

No jogo de hoje, apesar de não ter jogado menos que o time mineiro, observa-se que eu disse que o time não jogou mal em relação ao seu adversário, mas isso não quer dizer que jogou bem, longe disso, sobrou correria, vontade, entrega. Mas faltou técnica, habilidade, calma e, principalmente, faltou uma formação tática definida, ensaida. O time é quase um bando dentro de campo, só não o é por que tem jogadores rodados que conseguem o mínimo de organização dentro de campo, é uma lastima. E isso é culpa total e única de Joel Santana.

Tudo bem que o elenco não ajuda, mas a falta de uma diciplina tática indifere do nível de seus jogadores, é uma questão teórica, estudada e treinada. Joel é culpado e já deveria ter sido dispensado a tempos. Todo mundo sabe disso, os comentáristas, torcedores, torcedores dos outros times.... menos a diretoria do Flamengo, é inacreditável.....

Hoje, em relação ao time mineiro, não jogamos mal, já disse, mas merecemos a derrota. A total falta de jeito para fazer o gol nos coloca nesse status. E para provar que Joel esta totalmente perdido, hoje ele sacou Adryan, que estava muito bem e éra um dos melhores em campo, para colocar um homem de área, parado, esperando alguém lhe fazer o favor de lhe arrumar uma bolinha qualquer...aff!!!

Mais uma semana, mais uma semana quente. E nós ficamos na expectativa de ver essa diretoria tomar uma decisão certa qualquer, e a primeira é demitir Joel Santana. Depois veremos o que se da pra fazer.

Nossa diretoria não para de se superar


E ai galera rubro negra mais bem vestida do mundo...

Infelizmente esse é mais um post para ressaltar a total falta de tato, jeito e admissão da atual diretoria em planejar qualquer coisa que seja, até mesmo as coisas mais fáceis do mundo.

Qual parte da situação que Tia Pati e sua patota não entenderam que o Flamengo não tem dinheiro para fazer uma contratação no patamar de 30 milhões? Meu Deus!!! São eles mesmo que noticiam que o clube não tem dinheiro para investir em algo nesse patamar, e ai eu pergunto, o que diabos o tal do Michel Levy foi fazer na Alemanha para negociar o Diego? O que o Flamengo quer com esse sujeito? Por 30 milhões? É brincadeira, só pode.

É grave, nossa situação política é muito grave. O Flamengo nunca foi um poço de calmaria em sua política, mas agora a situação toma proporções que esse escriba em mais de 30 anos ainda não tinha visto. Nem mesmo o negro período de 1995 estávamos tão mal. Menos pior que, por enquanto, dentro de campo as coisas estão um pouco menos problemáticas, mas isso pode mudar...

É impressionante a tamanha incompetência dos nossos mandatários. O Flamengo hoje é alvo de piadas e nós, os torcedores e verdadeiros flamenguistas, é que temos que aguentar o rojão. O clube hoje não tem moral e credibilidade no mercado para fazer boas contratações, e as que tem chances são desperdiçadas. A diretoria esta perdidinha da silva e afunda o clube em uma crise que será difícil de sair. Os tempos e as perspectivas são negras. Hoje brigamos para fazer 45 pontos e não fazer feio frente aos favoritos e fugir do rebaixamento, é chato, mas é a verdade.

Pode mudar? Pode, mas não acredito que ainda nesse ano teremos grandes conquistas, a verdade é que ficar na elite já será uma coisa muito boa, é manter a base, a molecada e rezar para que 2013 chegue logo. Qual quer coisa fora disso, será por conta da mística e força da camisa rubro negra.

Eis o canhão da Gávea.

Lembra das vaias para o Renato? Talvez elas continuem nos próximos jogos no primeiro passe errado que ele der. Ele não é nenhum super craque, mas é um bom jogador que se dedica. E parece que está voltando a boa forma nas cobranças de Falta, uma arma muito importante, principalmente para um time que não cria boas jogadas. O jogo contra o Atlético GO, começou parecido com o último contra o Grêmio, com o time do Flamengo muito mal na partida, com os visitantes mandando no jogo inclusive abrindo o placar. Pensei que fosse mais um vexame, mas o Gol de Renato de falta foi importante para tranquilizar os jogadores. Eis que o teimoso Joel Santana faz o que muitos a muito tempo desejava... colocou o jovem Adryan, grande promessa rubro negra em campo, e o garoto mostrou que ainda vai nos dar muitas alegrias. Além do gol de extrema categoria, antes ele já tinha feito algumas boas jogadas. Pouco depois, mais uma vez Renato, agora sem muita força faz 3x1 e fazer pensar que poderia ser fácil... mas atualmente, meio a zero é lucro ara o Fla. Em bobiada da saída da defesa, o Atlético marca o segundo e deixa a nação apreensiva até o apito do arbitro. Mais três pontos e pensamento no Fla x Flu  Centenário no Domingo.

Musa da Nação - Camila Werhahn (Brasileiro 1982)

Nossa segunda candidata é a linda Camila Werhahn que tive a honra de conhece-lá através de meu perfil no Face. Uma apaixonaDA que não se contenta em vestir o manto, tatuou sua paixão na pele. Conheça mais uma rubro negra que honra o manto onde estiver que esteja.


Falar sobre o Flamengo, para mim, é sempre um prazer, um orgulho. Posso dizer que foi raça, amor e paixão à primeira vista. Meus pais sempre foram “flanáticos” e, para acontecer isso comigo não foi muito difícil. Minha mãe, carioca de bom gosto, optou pelo melhor time do Rio e do Brasil. Meu pai, natural da Espanha, e torcedor do Real Madrid (outro time pelo qual tenho grande carinho por livre e espontânea “culpa” dele. rs ). Não foi difícil para meu gringo também demonstrar ter bom gosto e resolver torcer e amar o gigante rubro-negro assim que chegou ao Brasil. Lembro-me com carinho, quando meu pai levava meu irmão e eu, ainda bem pequenos, para assistir alguns jogos no Maracanã. Ficávamos na extinta e famosa “geral”, correndo , vibrando e apreciando alucinados e emocionados uma torcida linda, apaixonada e fervorosa, mesmo não entendendo direito tudo aquilo que ocorria no campo.

Lembro-me, também, de folhear fotos antigas, e ver que o vermelho e o preto sempre estavam de alguma forma presente. Já adolescente e podendo entender o que realmente era torcer por um time de futebol, a paixão aumentou ainda mais pelo time e também pelo esporte. Passei a gostar de futebol muito mais que meu próprio irmão que era um menino e fazia escolinha de futebol. Assistia aos jogos com meu pai, parentes e amigos, tirava dúvidas sobre o esporte e os campeonatos e aprendia cada vez mais sobre meu time do coração. Ouvia as inúmeras histórias, descobria as glórias, pesquisava outras coisas mais à medida que me encantava com o maravilhoso Clube de Regatas do Flamengo. Entrar no estádio, fazer parte daquela torcida que você sempre admirou  é emocionante, arrepiante. Uma sensação que nunca quero deixar de ter. Uma experiência sem igual. O que já vivi e vi até hoje talvez seja pouco perto do que muitos outros flamenguistas vivenciaram, porém penso que o amor e a emoção que tenho em torcer por esse time sejam o mesmo que o deles, quiçá maior. Algumas vezes o Flamengo me fez chorar, outras até xingar. No entanto, ele me faz sorrir muito mais. Faço o que posso.  Tento sempre estar presente nos estádios, cantando, torcendo e, acima de tudo, apoiando. Defendo-o acima de tudo e de todos e ai de quem me contrariar. Discuto e brigo mesmo com quem quer que seja. Para mim, Flamengo além de uma paixão, um vício, tornou-se religião.  Como diria na música: “essa loucura que eu sinto por ti nunca se acabará.” Loucura esta que me fez tatuar na pele essa paixão sem igual. E não me arrependo. Uns me chamam de louca, outros, de doente. Mas nem ligo, tenho orgulho de dizer que SIM, sou doente, louca, fanática, viciada pelo Flamengo e qualquer adjetivo relacionado que quiserem dar. Eu não escolhi o Flamengo, ele é quem me escolheu. E dou graças a Deus por isso. O prazer de ser Flamengo é exatamente este, ser Flamengo. ;)


Flamengo e Grêmio

O Flamengo foi ao sul enfrentar o Grêmio hoje comandado pelo nosso ex técnico Vanderlei Luxemburgo. Diferentemente do ano passado, quando um projeto de ser humano usava a nossa 10, o clima foi tranquilo. Dentro de campo, o futebol apresentado foi um dos piores do ano por parte do Flamengo. Time recheado de volante e apenas defendendo. Resultado: Nossa primeira derrota no brasileiro por 2x0, que saiu barato pelo que jogamos.

Que torcida é essa?

Esse grito já ecoou muito no Maraca, como uma forma de admiração de uma torcida que apóia e empurra o time para a vitória! Mas o sentido desse questionamento no titulo do post é outro! Que torcida é essa que começa a vaiar um jogador que não estava atuando mau, é ídolo por merecimento pelo respeito e dedicação quando vestiu o manto por mais de 200 vezes? Que torcida é essa que dá mais valor a falsos ídolos e nem quebrando a cara da valor a quem demonstra amor ao clube? Que torcida é essa que não apóia o cobrador de pênalti por pensar mais em artilharia de um campeonato? Espero que realmente seja um comportamento de uma minoria! Já critiquei nas partidas anteriores a atuação do time, mas não acho que foi o caso contra o Santos. Todos correram, se empenharam, tivemos a posse de bola mais o time do Santos realmente estava fechado. Paulo Victor quase não foi exigido. Temos que saber diferenciar falta de empenho com deficiência técnica. Lógico que falta um meia criativo para armar a jogada, mas se pode existir um culpado talvez seja o Joel e a diretoria. Porque vaiar então só o Renato? Talvez esse problema esteja próximo do fim com a possível contratação do meia Carceres do Libertad. O lateral Welinton tem jogado bem, tem passadas largas , só tem que aprimorar o cruzamento. Mesmo com vaia, a vitória foi importantíssima! Não nos afastamos doa lideres. Para mim, um a zero de pênalti foi goleada!

e tem gente que diz que não foi! olha onde está a perna do Ibson.


ps: Não sou contra vaias, sou contra injustiça!

Ainda falta muita coisa, mas vencemos


E ai galera rubro negra mais bem vestida do planeta e que já não aguenta mais tia Pati e seus miquinhos adestrados....

Foi difícil. Mas enfim, depois de 3 empates ridículos, o mengão conseguiu fazer o resultado jogando em casa para, acreditem, menos de 5 mil pessoas(mas isso é assunto para outro post).

Não da para dizer que jogamos bem. Ainda falta muita coisa. Mas já deu para perceber que não podemos menosprezar a base, ao contrario, é a hora ideal de contarmos com ela. Luiz Antonio, na minha opinião é títular absoluto... só Joel não vê isso....

Na verdade o Flamengo hoje teve no máximo 25 minutos de bom futebol. O Coritiba esteve muito mais próximo do empate que o Flamengo da vitória. Mas dessa vez a sorte que não vinha nos sorrindo resolveu mostrar os dentes. O gol de Love em impedimento passou e a bola do coxa teimou em não entrar.

Não tem jeito, ou contrata um zagueiro bom para jogar ao lado de Gonzales, ou vamos ter que ver todos os jogos pedindo a Deus que o adversário não ataque. É impressionante o caos que é a zaga. Se o ataque fizer 100 gols, a zaga sofre 101, não da para entender. Assim como não da para entender o apagão que assola o time principalmente depois de estar na frente do marcador, de preferência com dois gols de vantagens, não da para entender.

Os problemas são muitos, nossa diretoria se supera cada vez mais em atrapalhadas envergonhando a Nação. Falta reforços pontuais, falta ambiente de trabalho para Joel, não que eu esteja satisfeito com seu trabalho, mas não da para fazer isso nos bastidores???

E assim vamos levando, por enquanto a meta é 45 pontos, pelo menos para esse escriba.

SRN

Mais um empate.

Mais uma vez Love salvou o time. Os dos gols foram frutos de jogadas do atacante que vem fazendo a diferença nas partidas. No primeiro gol, quando perdíamos para Ponte de 1x0, ele arrancou do meio de campo e só foi parado com falta que Renato Abreu cobrou e contou com o desvio para empatar. Depois no finalzinho do jogo, com a Ponte novamente na frente e quando tudo levava a crer que seria nossa primeira derrota, Love aproveitou bem o cruzamento e empatou a partida. Precisamos urgentemente de alguém que pense naquele meio de campo! Além de Love, Paulo Victor e Renato foram bem, no mais atuações fracas. Tá na hora de vencer, e o próximo desafio é o Coritiba no Engenhão  no sábado.

Musa da Nação - Mel (Brasileiro 1980)

Inaugurando o nosso novo quadro Musa da Nação aqui no Fla6, tenho a honra de apresentar a nossa linda representante do Brasileiro de 1980! Acho que grande parte dos nossos leitores já devem conhecer essa Paranaense fanática que faz valer a máxima de que Paixão não tem Fronteiras. Estou falando da estudante de publicidade, blogueira e rubro negra Mel. Na postagem a seguir, ela nos conta um pouco mais dessa paixão pelo mais querido do Brasil e como passou a fazer parte dessa Nação!


Eu acredito em um dos maiores clichês do futebol, que diz que “time não se escolhe”, quando tudo te influencia para torcer por um time, mas você acaba se identificando com outro. Comigo foi assim. Minha família paterna é toda muito fanática. Avô, tio, tia, primos, todos atleticanos. Reuniões de família sempre tinha sua hora para falar de futebol e eu sempre me interessei, adorava ouvir meu tio falando com tamanha empolgação e paixão, era algo extraordinário, me encantava. Certa vez ele conseguiu convencer minha mãe a me deixar ir com ele à Arena da Baixada. Tinha 9 anos. Foi algo... Mágico. A torcida, os gritos, a energia daquele lugar. Era tudo fascinante. Desde então, futebol pra mim não era mais papo pra ouvir em reuniões de família, era algo para o dia-a-dia. 
Mas lembram que eu disse que time a gente não escolhe? Pois é. Mesmo com toda a convivência com o Atlético Paranaense, eu até hoje não sei explicar o porquê, mas meu pai, mesmo sem argumentar em nada, conseguiu que eu o “puxasse”, e integrasse essa incrível nação rubro-negra e torcer pelo FLAMENGO.
Eu e meu pai somos os únicos flamenguistas de uma família toda de atleticanos. Já perguntei pra ele porque ele resolveu fugir à regra, mas tem coisas que não se explica. Tenho um carinho imenso pelo time que me fez conhecer o que é o futebol, entender toda uma paixão e a energia de um estádio cheio. Mas torcer está no sangue, e o meu, graças a Deus, é flamenguista.
O Flamengo é um time bastante complicado. Gosta de fazer seu torcedor sofrer. Testa nossos nervos, nosso coração e nosso “flamenguismo”. Engana-se quem acha que torcer pelo rubro-negro é fácil, mesmo assim somos a maior torcida do mundo. Os melhores momentos que passei com esse time, foram posteriores a momentos que testam qualquer torcedor. Passar de fase na Libertadores de 2010, salvar-se na penúltima rodada do Brasileirão do  mesmo ano, a arrancada incrível para o titulo brasileiro de 2009. Momentos que só um verdadeiro flamenguista acredita que tudo dará certo.
 Isso porque quem torce pelo Flamengo já aprendeu que não se duvida nunca do time, muito menos da força da nação, mas dizer isso é ser repetitiva. 
Chorei muito quando o Zico saiu do Flamengo, pouco tempo depois de ter assumido como dirigente, pela decepção, pela forma que foi tratado. Fiquei triste quando perdemos quem eu considerava o melhor goleiro do Brasil na época, Bruno. Perdi uma noite de sono quando fomos desclassificados pelo Universidad de Chile na Libertadores. 
Mas há coisas que compensam algumas decepções, até porque, isso faz parte do futebol e nos mostra que nosso amor pelo Flamengo vai além de tudo isso. Até porque, ora, temos tudo que podíamos querer: Uma Libertadores, um Mundial, seis Brasileiros e trinta e dois cariocas e a maior e mais linda e apaixonante torcida do mundo. Temos raça, tradição, união, paixão. Isso momento ruim nenhum tira da gente, e é o que faz o Flamengo ser tão invejado por todos os outros clubes.

Brasileiro 1980

Bom, pra falar um pouco do título que tenho a honra de representar, não vi o Flamengo ser campeão em 1980, mas creio que foi um dos, ou o mais importante, não só por ser o primeiro, mas por ser o inicio da grande “Era Zico”, veio como um aviso para tudo que o Flamengo conquistaria naquela década. Acredito que o sonho de qualquer torcedor é ver hoje o Fla como era nos anos 80. 
E para representar esse título, escolhi a camisa mais antiga que tenho do Fla:

Desabafo: Respeitem o Flamengo!


Está acontecendo uma inversão de valores na relação Flamengo/Ronaldinho. Essa semana extrapolaram todos os limites. Eu já sábia da podridão desse tal de Assis, que é um ex jogador frustrado e que "explora" o otário do irmão para se afogar no dinheiro a qualquer custo. Desde polêmica negociação, ou melhor, Leilão que ele fez com Ronaldinho, a gente poderia esperar de tudo, mas mesmo assim ainda me surpreendi com o anti-profissionalismo, infantilidade e falta de respeito com o Flamengo e Olympikus. Entrou na loja, pegou produtos e na hora de passar no caixa a frase que já deveria estar pensada a muito tempo: "O Flamengo não paga meu irmão, também não vou pagar." Mesmo não jogando porra nenhuma, se o Flamengo fez o contrato infelizmente temos que pagar esse cone, mas isso não dá direito para uma atitude dessas. Acho que falta pulso firme na administração do Flamengo, querem apequenar o maior clube do Brasil e a Nação não pode deixar! Independente de resultados dentro de campo, devemos exigir Respeito ao Flamengo e a nossa tradição centenária!

Algo errado com esse time.


Mais uma vez nessa temporada o time sai na frente, abre uma boa vantagem e no final cede o empate. Assim foi contra Real Potosi, Lanus, Vasco, Boa Vista, Olimpia (chegando a abrir três de vantagem), Emelec e nesse último jogo o Inter. Até um cego notaria algo errado com o time. Ontem o time começou jogando razoavelmente bem, pressionando a saída de bola do inter, mas dando espaço do meio pra trás. Novamente o Joel teimou em colocar o Ronaldinho avançado fazendo dupla de ataque com Love. O time abriu dois gols de vantagem rapidamente, com Airton depois de um escanteio e Ronaldinho, depois de um penalti conseguido pela disposição de Ibson, que teve uma boa atuação. Aliás, foi quebrado o jejum de penaltis no campeonato Brasileiro. Aos 33 numa saída de bola errada, o inter aproveitou para armar uma boa jogada pela esquerda que Gilberto aproveitou bem para diminuir. Mesmo levando o gol, o Flamengo continuou criando e desperdiçando chances. Ibson saiu cara cara com goleiro mas Muriel conseguiu fazer a defesa salvando o inter. Logo depois, Ibson mais uma vez, mas agora a bola que tinha endereço certo desviou no braço de Nei, e o juiz nada marcou. O segundo tempo começou com Love deixando dele. Parecia um jogo ganho, mas o Flamengo começou recuar e o castigo não demorou a chegar. Em dois chutes de fora da área, o Inter empatou.  Primeiro com Fabrício, que teve toda liberdade para ajeitar e chutar. Depois numa saída errada de Ronaldinho, que perdeu a bola e ficou no ataque reclamando da falta, enquanto Datálo mais uma vez livre acertava a rede rubro negra. Já é hora de mudar o que não esta dando certo! Testar Thiago Medeiros e Frauches na Zaga, contratar um lateral esquerdo(já que nem o júnior césar temos mais) que desde do Juan o Flamengo ainda não encontrou alguém que desse conta do recado. O ataque tem que ser Deivid e Love e no meio temos que testar opções na criação, Adryan já tem bagagem suficiente nas seleções de base para encarar esse desafio, e outra, pra jogador que realmente é diferenciado não tem essa de pressão ou se queimar. É entrar e fazer o que sabe.

Sport e Flamengo


Depois de algum tempo sem ver o Flamengo jogar, esperava um futebol mais convincente na estréia do Brasileiro, afinal de contas tempo para treinar não faltou. Mas o que eu vi foi de preocupar, o time tá pior do que antes da parada. Só pra ter ideia de como foi a partida, o melhor em campo foi o goleiro Paulo Victor. A nossa lateral esquerda foi uma avenida, Magal muito mal na partida! Outro com uma péssima atuação foi Welinton, já é o caso pra dar uma chance para o nosso bom zagueiro da categoria de base Frauches, ou então contratar alguém com mais experiência e qualidade, porque com Welinton não da mais. Outra coisa que não entendo é porque o Joel teima em escalar o Ronaldinho no ataque, ele já não rende normalmente, mas jogando no ataque é pior. Com Deivid no ataque com o Love o time ganha mais qualidade no toque de bola, uma vez que o Deivid vem buscar a bola e muitas vezes ajuda na armação da jogada. Tanto é que o time só melhorou depois da sua entrada. O fato é que o time jogou muito mal, até mesmo o Love ficou abaixo do esperado, mesmo com o gol. O empate jogando fora até que não foi um resultado ruim levando-se em conta a apresentação do time, mas se quisermos o Hepta tem que melhorar e muito!!!

Brasileirão 2012 - Rumo ao Hepta

Vai começar o Brasileirão e a caminhada rumo ao Hepta! E nessa caminhada até Dezembro, vamos a cada mês escolher uma torcedora que represente a beleza e a paixão da Nação Rubro Negra. Serão sete, cada uma representando um titulo nacional. Em breve a nossa primeira musa do Mengão que representará a nossa primeira conquista de 1980. Acessem a pagina Musa da Nação.

E agora Joel?

E agora, Joel? A festa acabou, a luz apagou, o povo sumiu, a noite esfriou, e agora, Joel?

Apesar da boa atuação no último jogo da Libertadores, e do resultado de empate entre Lanus e Emelec que dava a classificação ao Flamengo até os minutos finais, o destino não premiou a incompetência do nosso time nessa fase de grupos da Libertadores. Assisti esse jogo da porta de um bar, e é incrível como o futebol une (e desune) pessoas que nunca se viram na vida. Apesar da eliminação, fica a recordação de um dos jogos mais emocionantes que já assisti, não o do Flamengo em si, mas pelas circunstancias da dependência do resultado de Emelec e Lanus. A classificação esteve nas mãos dos três clubes que disputavam a vaga. O empate que nos favorecia foi conseguido pelo Emelec aos 46, o problema é que eles não pararam por aí e viraram para 3x2 aos 47. Fim de semestre com saldo negativo, nem um carioquinha pra contar história... ameaçaram demitir o Joel, mas depois de ter que pagar rescisão do Luxa, o jeito foi continuar com ele na inter temporada. Más notícias como a saída do Willians, e uma boa que foi o retorno do Ibson (o problema foi ter colocado o Gallardo na negociação). Agora é matar a saudade de vero Mengão jogar e de preferência  um bom futebol. Eis os nomes que irão vestir o manto nesse Brasileirão:

1 Felipe
2 Léo Moura
3 Welinton
4 González
5 Airton
6 Junior Cesar
7 Ibson,
8 Luiz Antonio
9 Deivid
10 Ronaldinho
11 Renato
13 Maldonado
15 Muralha
16 Lucas
17 Diego Maurício
18 Bottinelli
19 Negueba
20 Thomas
21 Magal
23 Camacho
25 Wellington Silva
26 Marllon
27 Paulo Victor
28 César
29 Frauches
30 Kleberson
31 Rodrigo Alvim
32 Digão
33 Rômulo
34 João Felipe
35 Marcelo Carné
36 Lorran
37 Adryan
38 Arthur
39 Paulo Sérgio
40 Amaral
41 Jorge Luiz
99 Vagner Love

Rock do Mengão

É em momentos como esses que se distinguem os verdadeiros torcedores!!!

Achei um vídeo da Banda Cardióides, com o Rock do Mengão, vale a pena conferir!!!

"Paixão sem igual só quem vive pra saber, Mengão sensacional nasci Flamengo e sou Flamengo até morrer."



V E R G O N H A

O que dizer do Flamengo nessa Libertadores? O nosso grupo não é nenhum grupo da morte, sendo que o Emelec beira ao amadorismo, e mesmo assim conseguimos a façanha de perder de virada para eles. Para quem assistiu todos os jogos do Flamengo na Libertadores nota que tem faltado raça ao time. Uma falta de vontade, uma marcação frouxa, umas faltas bobas e os gols que sofremos eram evitáveis. Ontem mais uma vez isso aconteceu. O jogo começou com erros bobos de passe do nosso meio de campo. A "sorte" é que esse time do Emelec é muito fraco, senão tinha sido goleada. Num contra-ataque bem armado por Deivid (o único que jogou alguma coisa ontem), Leo Moura contou com a sorte do desvio da zaga e abriu o placar para o Flamengo. Era tudo que a torcida queria, um gol no começo para que a equipe adversária se abrisse. Mas a preguiça de uma equipe que não marca fez com que o gol de empate logo surgisse. Num escanteio, ninguém marcou ninguém, Felipe sequer se moveu, sequer sujou o uniforme branco, e só olhou a bola entrando. O gol sofrido fez os preguiçosos jogadores terem que sair em busca de mais um gol, e sem muito esforço (o que mostra que era um jogo fácil), Deivid em uma ótima cabeçada mais uma vez colocou o Flamengo na Frente. Daí por diante a cota de vontade acabou. O time do Flamengo esperava o desastre que eu, um simples torcedor já previa solitário falando para as paredes do meu quarto: "O Flamengo vai complicar esse jogo". Dito e feito. De milhares de cruzamentos para dentro da área, um iria entrar. Empate do Emelec, euforia da torcida e desespero do Flamengo que agora via pouco tempo para que a preguiça vencesse a necessidade. O time do Emelec era ruim, mas com vontade contra um Flamengo mediano mas sem disposição. Eis que no final do jogo, em um lance sem nenhuma necessidade de cometer a falta, willians comete pênalti. Resultado: Emelec 3 a 2. Só não digo que Libertadores já era porque já vi muita coisa no Futebol, mas além do Empate entre Olímpia e Emelec, precisamos de nossas próprias forças contra o Lanus, e isso que tá foda! 

Quando Luxa foi demitido depois da Classificação na Pré Libertadores, questionei se o problema seria o técnico. Mas para Patrícia era mais Fácil demitir o Luxa que mandar embora o Ronaldinho. Naquela queda de braço quem ganhou foi R10, com apoio de muitos torcedores que ainda enxergam no gaúcho a imagem de tempos atrás no Barcelona. É difícil fazer uma previsão do que aconteceria com outras escolhas. Mas acho muito difícil que o Flamengo fosse eliminado na primeira fase caso Luxa tivesse continuado. Apesar do futebol burocrático e da teimosia. Outro fator é que Luxa não tinha Vagner Love como opção de ataque. As 14 derrotas que Luxa teve durante toda sua passagem no Flamengo, tem acontecido somente nesse primeiro semestre desse ano. Matematicamente falando, o aproveitamento de luxa foi de 57%, aplicando esse aproveitamento na Libertadores terminaríamos a primeira fase com 10 pontos e uma classificação bem provável. Agora teremos mais uma rescisão de contrato com Joel, além da do Luxa. Muita gente vai embora até o Brasileiro, sendo que o primeiro da minha lista e que nunca consegui engolir vestindo a 10 rubro negra é Ronaldinho.

Flamengo e Emelec

Foi sofrido mas deu certo! Se ganhando a torcida ficou insatisfeita, imaginem uma derrota? O time não jogou bem mas somamos 3 pontos importantíssimos que nos colocaram na liderança do grupo. Léo Moura começou jogando mas saiu aos 28 minutos do primeiro tempo sentindo dores. No fim da primeira etapa ficamos com superioridade numérica já que De Jesus foi expulso. Logo no início do segundo tempo, Vagner Love, sempre ele salvou a noite, marcando aquele que seria o gol da vitória! Depois a coisa ficou feia, apesar de algumas chances criadas e gol perdidos, uma incrível com Negueba, ainda corremos risco! Se não fosse Paulo Victor e a péssima pontaria do time do Emelec sera mais um desastre. Um fator positivo da partida foi o teste que os garotos da base passaram, demonstrando que além da qualidade eles tem personalidade. O time cheio de desfalques, eles entraram e deram conta do recado.

Só Love de novo!


Love salvou o Flamengo ontem de se complicar ainda mais na Taça Rio. Além da vontade de sempre, ele marcou o primeiro depois de lindo passe de Deivid e sofreu o penalti que Ronaldinho só teve o trabalho de cobrar. O jogo que era para ser tranquilo ficou complicado. O Flamengo que já estava desfalcado, perdeu Felipe depois de um choque com o atacante Gilcimar do Duque de Caxias. O goleiro ficou desacordado e teve que sair de ambulância para o hospital. Segundo informações ele já está bem, mas não deve jogar quinta contra o Emelec. Camacho também saiu de campo contundido e Bottinelle foi expulso. O jogo marcou também a estréia do chileno Gonzáles, que não comprometeu e parece seguro.

A Bruxa tá solta na Gávea.

Além de Felipe e Camacho que se contundiram nesse último jogo, Léo Moura ainda esta em tratamento, Aírton, Maldonado, Willians depois daquela entrada criminosa de Tony do Boa Vista. Além desses todos, num exame de rotina do meia Renato foi constatado uma arritmia cardíaca e por preucação está afastado de treinos e jogos. Com isso é a chance da base mostrar seu potencial!





Parabéns Zico!

Adeus Guanabara e bullying com Deivid.


Depois da série invicta em clássicos estaduais e em decisões contra os vices, o tabu caiu ontem. O pior é que apesar da melhor campanha do Vasco até aquele momento, nós jogamos melhor. O primeiro tempo foi digno do tamanho do clássico, muito corrido, chances lá e cá, duelos individuais. a torcida rubro negra vibrava quando Willians desarmava Diego Souza, já a minoria vibrava quando Dedé aprontava alguma de suas trapalhadas. No Flamengo sem sombras de dúvidas Vagner Love foi o destaque do jogo, jogou muito e foi algo positivo que ficou! Ele ainda não está em forma e tá jogando assim, imagina quando estiver pronto. 

O primeiro gol do jogo foi dele, uma pintura! enganou a marcação e acertou um lindo chute! Mais uma vez os vices iam ficar no caminho? Infelizmente a teoria da probabilidade é cruel, ao jogar 10 vezes uma moeda para cima, ao menos uma ela vai cair coroa(ou cara, nunca em pé). Já que pelo que andei vendo nos blogues e redes sociais o pessoal está antecipando a queima do judas, vamos distribuir os deméritos. Felipe falhou, o chute foi fraco e dava para no minimo espalmar para o lado. Alecsandro empatou e na comemoração, depois da justa homenagem fez uma dancinha guei com suas melhores amigas! Até aí, Deivid participava bem do jogo, aparecendo para o jogo. Aliás, ironicamente apesar da derrota a maioria do time jogou bem, tirando pelo custo beneficio o Ronaldinho. Eis que surge o lance do jogo, Léo Moura faz boa jogada pela direita e cruza para Deivid livre, com o gol escancarado, sem marcação, com tempo de pensar, dar tchau pra torcida e ir para o abraço! Só que o improvável acontece, ele pega com o tornozelo e a bola vai na trave e na volta ele ainda tenta encostar na bola mas já estava consumado. Deivid é o novo judas que vai ser queimado antes da hora! Foi um gol perdido? SIM, mas não foi por querer, o cara ficou visivelmente transtornado mesmo com a experiência que ele tem. Se ele pudesse ele cavava um buraco e enfiava a cabeça! Eu como ex peladeiro já perdi alguns parecidos, acontece e a gente fica mau! imagina numa semifinal com estádio lotado? Sinceramente fiquei com pena do Deivid. Na saída o repórter ainda vai fazer bullying perguntando se foi o gol mais perdido da carreira. No segundo tempo, o jogo diminuiu um pouco o ritimo, mas com o Flamengo mais em cima, apesar de Felipe ter salvo a gente em alguns lances. Num contra-ataque, mais uma vez Felipe salvou na primeira, mas não conseguiu segurar o rebote de Diego Souza. Bottinelle ainda entrou bem no jogo, mas dessa vez não deu. Mas antes ser eliminado na semifinal da Guanabara. Agora o Vasco tem chance de ser tri vice num único campeonato. Perde a guanabara, perde a taça rio e fica em segundo na classificação geral dos dois turnos. Se acontecer, vai ser muita comemoração do lado de lá! Sabe os foguetes que os vascaínos vinham comprando em decisões passadas contra o Flamengo? Pois então, estoque grande não é? foram soltos tudo ontem ... Quem nunca comeu doce quando come se lambuza, quem ri por último ri melhor e há males que vem para o bem, vamos focar na Libertadores agora! Parem com o bullying com Deivid, o cara sempre declarou amor ao Flamengo! Se for para ter caça as bruxas, comecem com o Ronaldinho mercenário.

ps: coloquei aqui para não parecer chororô, mas gosto de deixar registrado para os que dizem que os árbitros sempre favorecem o Flamengo: Pênalti no Leo Moura não marcado.

ps¹: ainda é cedo pra falar, mas quando disse que o ano passado não foi tão ruim com o Luxa: Pelo menos o Carioca ele levou.

Nenhuma novidade.

Nenhuma mesmo. Das reportagens pós carnaval aos times classificados para semifinais da Taça Guanabara. Acho que os repórteres acham que a gente não tem memória! Desde que me entendo como gente que as reportagens de jogos em época de carnaval tem que fazer a tradicional analogia com carnaval. Tipo: "A comissão de frente do time do Flamengo", "fulano mereceu nota 10", "faltou harmonia pra tal time". Isso foi legal da primeira vez, agora já ta chato e sem graça! Mas em relação ao jogo, o Flamengo sofreu. Com a vitória do Botafogo e o temporário empate do primeiro tempo, o time estava fora das semifinais. Piorou quando sofreu um gol de Marcelo Régis. Depois de 11 minutos conseguimos o empate com gol de cabeça de Ronaldinho. Depois Vagner Love mostrando oportunismo depois de cruzamento do sempre eficiente de Leo Moura. Pra encerrar qualquer dúvida, Negueba depois de lançamento de Leo Moura fez o terceiro e carimbou a nossa Classificação. Agora vamos pegar os vices e os Flores que se classificaram na bacia das almas enfrentarão os Chorões. O campeonato carioca perde muito pela ausência do Maracanã. Clássico no rio é sinônimo de Maraca! 

Perdemos dois pontos.


Quatro volantes em campo e mesmo assim começamos a partida sem direção. Aírton, Renato, Willians e Maldonado... na criação Ronaldinho apagado e no ataque Deivid isolado. Durante o jogo fiquei pensando porque todo time brasileiro, mesmo com qualidade técnica acima dos demais adversários sul americanos sofrem para vencer partidas por torneios sul americanos. Uma das causa é a marcação que quase toda equipe latina exerce na saída de bola. Enquanto os brasileiro tem costume de marcar a distância somente depois da linha do meio de campo, e no caso do Flamengo próximo a área, o Lanus pressionava a saída e aproveitava erros dos zagueiros. Outro fator é a troca de passe rápida. Eles jogam em cima dos buracos que a defesa deixa, quando Leo Moura subia eles puxavam contra ataque exatamente por ali. Mas depois de um começo complicado, a equipe foi se acalmando e o gol saiu numa excelente hora, finalzinho do primeiro tempo. Boa jogada do criticado Renato, cruzamento de júnior césar e gol do artilheiro Leo Moura. Segundo tempo, foi segurar resultado e aconteceu o previsto, que poderia ter sido evitado se Junior César tivesse disputado com mais atenção e de pé a bola. Gol de Carranza para os Argentinos. A partir daí o Flamengo começou a jogar, pena que desperdiçou boas oportunidades, a melhor dela com Botinele que exagerou na força. Uma pena não ter ganho, uma vez que poderíamos definir rapidamente e sem sofrimento nossa classificação em casa contra Emelec e Olimpia.

Love reestreia com vitória


Flamengo x Nova Iguaçu. Como esse jogo não foi transmitido para minha região, tive que assisti-lo pela internet num link do Blogue Flamanolos. E vou te contra uma coisa, apesar de se dizerem Flamenguistas, os caras que fazem a narração são chatos de doer! Corneta o jogo inteiro, é critica atrás de critica, não sobra um ileso. Para eles o Deivid é o cone, e o Renato o canelada. Nem o Léo Moura escapa da língua maldita dos caras. Mas o alvo predileto é o Renato. No mínimo falta respeito a quem sempre respeitou o manto. Futebol limitado, caneleiro e o escambau. Não faltam ofensas. O problema de torcedor é memória curta, até certa altura do ano passado Renato era o jogador com o maior número de passes certos no Brasileiro, isso para não sermos anacrônico e retornarmos muito tempo atrás quando ele era um dos principais jogadores do Flamengo. Dentro do que é proposto acredito que o renato cumpre bem o seu papel, mesmo que no fim da temporada passada o rendimento dele tenha caído, fato que não foi exclusividade só dele. Mas acredito que seja mais para causar polêmica e ganhar mais uns míseros acessos em seus respectivos twiter. Justamente Renato sacramentou a vitória marcando o segundo gol, num gol de falta. O primeiro saiu depois de boa participação de Vagner Love, que terminou no gol do que eles chama de cone. O time apresentou uma melhora no rendimento, não sei se por mudanças ou por conta do adversário. Agora é decidir a parada contra o Resende.

A camisa tá bonita, mas o futebol...


Placa de rede queimada, postagens atrasadas. No dia 3 de Fevereiro empatamos com o Olaria. Tá certo que o nosso time era reserva e o técnico era o interino do interino, mesmo assim acho que pela desproporção do tamanho das equipes era jogo para no minimo 1x0 pra gente. O que chamou atenção na partida foi a estréia no time profissional do filho de Bebeto, o jovem Matheus, aquele que foi homenageado na Copa de 94.

Contra o BotaChorô... quer dizer, o Chorafogo! Desculpa de novo... o Botafogo, o time titular de novo empatou sem gols. Além dos incríveis gols perdidos pelo Loco, o destaque foi para uma bola no travessão no chute de Renato e outras duas por parte da equipe do Botafogo.Diferentemente do empate contra o Olaria que rendeu a liderança, esse empate tirou os dois times da zona de classificação do campeonato.

Foi uMA DUREZA contra o MADUREIRA, mas somamos 3 pontos. Foi dia da rererereestréia de Joel no comando do Rubro Negro. De prancheta na mão, ele viu o time sofrer para ganhar do fraco madureira. Jogo tão ruim que o gol só poderia sair se fosse contra! E assim foi, Thiago Medeiros depois de cruzamento de Renato. E ainda deu tempo de piorar! Por um milagre foi marcado um pênalti a nosso favor, mas o nosso rei da conjuntivite (do grego: Conjunto evite, evite coletivos e vá farrear) isolou! De bom só ver o novo manto, com listras mais grossas em alusão ao titulo brasileiro de 1992. A camisa esta incompatível com o futebol horroroso do time.

Agora sim, na Libertadores!

A torcida fez a parte dela lotando o Engenhão para apoiar o time mais querido e bagunçado do Brasil! Enquanto futebol para o povo é uma forma de extravasar, divertir, emocionar, ser vencedor... para os dirigentes não passa de política e uma atividade extremamente lucrativa. Mas voltemos ao jogo! O time entrou disposto como há muito não se via... seria algum motivo especial? O fato é que desde do começo o Flamengo partiu em busca de seu objetivo, com a calma necessária para ultrapassar a retranca do Real Potosi. Foram muitas as jogas de trocas de passe rápidas. Léo Moura mesmo marcado foi o dono do jogo, autor do primeiro e dando passe para o segundo de Ronaldinho, que fechou a tampa do caixão da equipe Boliviana. O jogo teve momentos tensos no segundo tempo em algumas investidas do Potosi. Fato chato foi as vaias para o Atacante Deivid, que é um exemplo de profissionalismo e dedicação. Bando de corneteiro que vai ao estádio só pra zoar e aparecer na TV. Objetivo conquistado, fato que não traz paz ao Rubro Negro. 

Depois do boato antes do jogo que Luxa seria demitido, ele deu uma entrevista coletiva após o jogo dizendo que permanecia e no dia seguinte foi demitido. Agora mais uma conta a pagar, rescisão contratual. 
Em 80 partidas oficiais, 36 vitórias, 30 empates e 14 derrotas. 122 gols a favor e 86 sofridos. Aproveitamento de 57,5%. Fuga do rebaixamento no Brasileiro em 2010, título estadual invicto e classificação para a fase de grupos da Libertadores. Apesar de algumas vezes ter me feito raiva com o excesso de volantes, pela teimosia com a escalação de alguns jogadores, se olharmos o desempenho, Luxemburgo não merecia ter sido demitido.(OBRIGADO LUXA, PRINCIPALMENTE PELA MELHORA NA ESTRUTURA DO CLUBE) Um dos responsáveis pela demissão de Luxa foi Ronaldinho, e fico pensando: Se ele tem esse poder dentro do Flamengo, para que outro técnico? Para ceder a todos os seus caprichos? Pelo menos Joel é uma figura super experiente e malandro(e ainda sabe falar inglês: Pode to be?), acredito que o clima no grupo vai melhorar.Patrícia Amorim tá perdida, quase uma marionete na mão de dirigentes sem nenhum escrúpulos. E como diz o ditado, diga-me com quem andas e eu lhe direi quem és... Esse ano tem eleições no Fla, espero que os sócios saibam votar.... ou melhor, tenham alguma opção decente! Quero estar vivo para ver o Flamengo comandado por gente comprometida com o bem do Clube! Será que conseguirei?