O remédio é amargo mas necessário


Já ouviram aquele ditado que o que não vai pelo amor vai pela dor? Acreditem, cabe em qualquer lugar, situação e para qualquer pessoa e até mesmo para instituições.

Os últimos acontecimentos envolvendo a novela Thiago Neves e a tal suposta anti-ética por parte do Fluminense me faz pensar muito no tal ditado acima.

O Flamengo é uma lástima em partes administrativas. É tão velha essa afirmação que parece que tal verdade nasceu junto com a criação do clube. Eu tenho 35 anos e desde que me entendo por gente convivo com esses acontecimentos no time da Gávea. E como nos mostra outro ditado popular, "se colhe aquilo que se planta", o mengo vem colhendo os frutos de uma administração que beira o amadorismo, tem boa vontade, mas isso é pouco para se administrar um clube, qualquer clube de futebol. A falta de planejamento e parcerias mal feitas resultou no que vemos hoje. Elenco insatisfeito, atrasos de pagamentos e perda de jogadores, indiferente se valem ou não.

Mas isso não é privilégio apenas do Flamengo, hoje apenas é ele que esta no olho do furacão. Mas mal administração é uma marca do futebol carioca, de todos, sem distinção.

Sobre minha opinião se foi ético ou não prefiro poder ficar com as duas respostas. Não vejo nada de mais em um clube negociar com um jogador quando esse esta sem contrato, faz parte do show. Mas vejo como anti-ético quando um presidente diz que não esta fazendo tal coisa e na verdade esta, além de anti-ético é também uma mentira, ou seja, um desvio de postura.

Fica a pergunta, por que tanto segredo? Isso vale para o tricolor e para o senhor Thiago Neves. Não seria mais simples e menos traumático se tudo fosse feito as claras?

Invariávelmente a relação da dupla FLA-FLU vai ficar abalada. Perde o futebol carioca, indiferente dos anseios de qualquer clube.

Sobre o que eu acho da saída de Thiago Neves do Flamengo, sem nenhuma dúvida, 18 milhões e mais um sálario de 700 mil/mês, e tendo em vista sua atuação em 2011, que coloco como apenas razoável, e ele não pode reclamar de sálario ou luvas atrasadas, já vai tarde, seja feliz. Não acho que Thiago Neves vale tudo isso, e não jogou para isso. ., Ressalto também que o tricolor e a UNEMED podem se arrependerem com tão alto investimento, mas afirmo, não quero e não desejo mal para ninguém.

Para encerrar, e não poderia deixar de comentar o caso Alex Silva. Outro que ao meu ver o rubro negro ganha mais do que perde com sua saída. A verdade é que Alex Silva esta longe de sua melhor forma que o consagrou no São Paulo, foi muito mal ano passado e acabou tomando uma atitude precipitada e por pouca coisa, as luvas mesmo sendo um direito, não é motivo para abandonar o clube sem dar satisfação. Entendo que ira sofrer com essa atitude.

O que não vai por amor, vai pela dor. Colhemos aquilo que plantamos. Flamengo, Fluminense, Thiago Neves, Alex Silva, todos podem sentir, ou já sentem na pele, a força desses ditados, bem populares, assim como eles.

2 comentários:

  Cleber Soares

18 de janeiro de 2012 13:36

Um adentro:

O Flamengo vai continuar grande com ou sem Thiago Neves, com ou sem Ronaldinho Gaúcho. Continuou quando a geração de Zico se desfez...

Não escondo meu descontentamento com a atual diretoria, o trabalho é ruim, muito ruim. Mas é preciso reconhecer as palavras de Patricia Amorim no que diz respeito a situação financeira do clube, que é o coração de qualquer clube. Manter as contas em dia, diminuir as dividas sem desagradar a torcida e sem fazer loucuras, tendo em vista a entrada e saída de dinheiro não é tarefa fácil, pelo contrario, é muito complicado... Patricia tem razão nessa parte, e parabéns para ela se realmente for verdade o que disse. Mas sempre lembrando que muito dos seus problemas é culpa exclusiva e única da incompetência de sua diretoria.

Cleber Soares

  Mel

18 de janeiro de 2012 19:59

A unica coisa chata que fica, a respeito do Thiago, foi como você disse, ele ter negociado com o Flu e negado. Já com a diretoria do Flamengo, todas as criticas possiveis, foi um amadorismo do começo ao fim dessa tentativa de manter o Thiago, que ao meu ver, valeria a pena.
Fiquei triste com a saida dele, mas é compreensível.

SRN!