Era uma vez um clássico...

...que tinha emoção, era um jogo equilibrado, com belas jogadas, estádio cheio. Ontem não foi AQUELE clássico que se espera de um Flamengo e Vasco, mas pelo menos somamos três pontos na tabela e estamos próximos da classificação. O Flamengo não fez sua melhor partida, mas pela enorme deficiência do Vasco conseguimos vencer. Se a partida fosse contra um time um poquinho melhor poderiamos até sair com a derrota. Deivid depois de desviar um chute de Leo Moura fez o primeiro. Tiago Neves, depois de um lindo lançamento de Renato passou pelo goleiro e marcou o segundo. No segundo tempo, o time puxou o freio de mão (coisa que não pode acontecer), e deixou o time do Vasco melhorar na partida. Depois da falha na saída de bola em um escanteio do goleiro Felipe, Leo Moura conseguiu salvar a primeira em cima da linha, mas na continuação do lance Wellinton ao invés de tirar o perigo, tentou recuar para Felipe e foi surpreendido por Rômulo que empurrou para as redes. Já disse que não gosto da formação da Zaga, prefiro Angelim e Jean. O Vasco continua em queda livre até não sei onde. Já o Flamengo tem feito sua obrigação devido aos investimentos que fez. Quarta como o Cléber disse na postagem abaixo, tem a estréia do queridinho da geração Playstation. Espero que ele tenha o mesmo futebol que apresenta na ficção. No Flamengo não se contrata ídolos, esse cargo tem que ser conquistado.



FICHA TÉCNICA

VASCO (1)

Fernando Prass; Fágner, Dedé, Anderson Martins e Ramon (Márcio Careca); Eduardo Costa, Rômulo, Jefferson e Alan (Misael); Eder Luís (Patrick) e Marcel. Técnico: Gaúcho.

FLAMENGO (2)
Felipe; Leonardo Moura, David, Welinton e Egídio; Willians, Maldonado, Renato, Thiago Neves (Marquinhos) e Vander (Fierro); Deivid (Wanderley). Técnico - Vanderlei Luxemburgo.

Gols: Deivid, aos 22; e Thiago Neves, aos 44 minutos do primeiro tempo. Rômulo, aos 30 minutos do segundo.

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique.

Cartões amarelos: Renato Abreu, Fernando Prass, Eduardo Costa, Fagner, Maldonado, Marcel e Anderson Martins.

Local: Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

3 comentários:

  Mel

1 de fevereiro de 2011 22:03

não acredito que se fosse um time melhor, perderíamos, acho que o que houve foi um relaxo dos jogadores, ao verem um placar de 2 a 0 e um Vasco bastante fragil. só que isso não se faz, clássico é clássico e tem de ser vencido por quanto o tempo permitir... Me decepcionei muito com a postura da equipe...

Abraço, SRN.

  Cleber Soares

2 de fevereiro de 2011 09:09

é meu amigo, o vice já não é mesmo, e olha que faz tempo, o pior é que essa crise só deve piorar....
Não jogamos lá essas coisas, o suficiente para ganharmos, o adversário nos permitiu essa situação.

  CorVo

15 de fevereiro de 2011 23:55

OBRIGADO A TODOS QUE COMENTARAM E A GRANDE MAIORIA QUE LÊEM E NÃO COMENTAM!
VALEW MESMO!