NO CASO PET, CALMA É A PALAVRA DE ORDEM


Calma, muita calma.
Para nós torcedores que colocamos a paixão acima da razão, calma é o melhor remédio que podemos tomar juntamente com umas gotinhas de paciência.
Essa novela que se anuncia com sotaque mexicano, ainda terá muitos capitulos e qualquer opinião hoje, amanhã poderá ser totalmente equivocada.
Por um lado Pet se diz injustiçado, que a diretoria que outrora o tratava com amabilidade enquanto está o devia milhões e que pretendia ajustar um acordo, hoje após acordo feito, titulo do campeonato brasileiro ganho e com um elenco "reforçado" não se vê assim tão amistosa e até mesmo rígida demais com os seus pedidos e atos, tendo na pessoa de Marcos Braz o lobomauzão da história.
Do outro lado, a diretoria do mengão se defende se apegando a tese que não irá fazer loucuras financeiras para permanecer com o gringo. Que não está pegando no pé de ninguém, apenas cobrando atitudes compatíveis de um atleta do clube, que quem escala é o Andrade e este se acha que aquele ou outro não deve ser titular a diretoria não se intromete, e que a briga com Marcos Braz é fato superado, e ele só não permanece no clube se não quiser.
O embrólio é sinistro, requer muita prudência. Ambos os lados apresentam argumentos convincentes, alguns amplamente expostos pelo mídia. E oque pensar então? Bom eu não sei vocês, mas eu prefiro que a solução seja boa para o FLAMENGO e somente para o FLAMENGO. Até onde eu sei o salário do gringo não é ruim em qualquer lugar do mundo, para um jogador que já tem 37 anos e uma situação financeira definida manter o salário no mesmo patamar não é assim tão difícil. Para eu o FLAMENGO é maior que qualquer jogador, e sobrevevira do mesmo jeito que sobreviveu em toda sua história centenária. Mas também entendo que a diretoria tem o dever de respeitar e valorizar os atletas com histórias no clube, também entendo que Marcos Braz ultrapassa os limites da arrogância, ultimamente controlada pela presidente, e que este não faz esforço algum para entrar em um acordo.
Paciência, está é a palavra de ordem. Eu só torço mesmo é que o FLAMENGO seja o maior beneficiario e que este problema não atinja o restante do grupo, que já tem os seus próprios problemas.

3 comentários:

  Mel

30 de março de 2010 19:42

Cleber,
Os dois lados tem um pouco de razao. O Pet diz que a diretoria é muito rigida com ele, porém há muitas regalias a alguns jogadores tão bons e tão ídolos da torcida quanto ele... Já a diretoria tem razão em não gastar muito para mante-lo no clube, até porque uma boa administração sabe o quanto pode gastar.
Seria ótimo ter o Pet no Fla por mais tempo, mas entenderei se isso não ocorrer. Paciencia. Agora é só esperar...

Abraço, SRN.

  Jefferson freire

30 de março de 2010 21:04

Pet recebeu uma proposta do flu através do celso barros, e para mim já está cavando a saída.

Trocar o fla pelo flu em final de carreira por causa de grana, vai ficar feio pra ele.

www.saudacoesrubronegras.com.br

SRN

  Anônimo

31 de março de 2010 10:23

Muio bom o post cleber.
Vc tem todo razão. Já passou da hora dos cartolas entenderem que o clube é sempre maior que qualquer jopgador, seja ele quem for, o jogador passa e o clube fica.
SRN
Fernando Costa.